Adriano Antonio Pereira
A poesia pode até ser esquecida, mas jamais abandonada!
CapaCapa TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Máscaras

imagem: John_Wayn / Pixabay


Mudamos a nossa casa.
Mudamos de casa.
Mudamos de vida e
de rumo.

Mudamos os amigos.
Mudamos lembranças.
Mudamos músicas.

Mudamos de trabalho.
Mudamos de etapa.
Mudamos de rua,
de direção.

Mudamos...
Mudamos de lua.
Mudamos de sol.
Mudamos de estado
de equilíbrio.

Mudamos de estado de emoção.
Mudamos de Estado.
Mudamos o guarda-roupa.
Mudamos a agenda.
Mudamos o pensar na noite
ao escutar a chuva caindo.

Mudamos de infância para adolescência,
de adolescência para juventude,
tornamos adultos.
Muita coisa fica,
nem tudo se vai,
nem tudo muda.

Mudamos de máscaras.
Porém, a verdade
está no íntimo,
no mais íntimo de nossas mudanças.
Adriano Antonio Pereira
Enviado por Adriano Antonio Pereira em 15/03/2018
Alterado em 16/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários