Adriano Antonio Pereira
O coração que carrega
CapaCapa TextosTextos FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


O momento, meu romance
imagem: Myriams-Fotos / Pixabay


Meu melhor amigo
é o meu romance atual.

Ela passa deslumbrante pela rua modesta
e sorri à calçada molhada.

Ela não toma vinhos
e amanhece em cima das pétalas macias
da doce madrugada.

Ela alimenta os pássaros, de longe,
e discute com o arco-íris após o dilúvio.
Permanece sempre excitada.

Meu romance não tem nome ainda,
mas transmite borbulhas afetivas.
Apenas lança o brilho dos olhos
e fomenta um sorriso contagiante.
É quieto, não é duradouro.

Caminha vagarosamente comigo.
Bebe pouco.

A passarela se abre durante a inquieta avenida.
E ao final da noite, se ameniza.

Ela caminha... E vai embora, no momento exato.

Permaneço retraído, pensativo, observando...

Observando...

Ao longe, avisto-a, apática.
Estou pasmo, indeciso.

Mais uma vez
meu romance, o meu romance amigo se foi...

E no momento,
neste momento pensativo e retraído,
observo a solidão...

Que não é doce como meu romance...
Adriano Antonio Pereira
Enviado por Adriano Antonio Pereira em 18/10/2018
Alterado em 18/10/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários